terça-feira, 15 de maio de 2018

OS DEGRAUS

Não desças os degraus do sonho 
Para não despertar os monstros. 
Não subas aos sótãos - onde 
Os deuses, por trás das suas máscaras, 
Ocultam o próprio enigma. 
Não desças, não subas, fica. 
O mistério está é na tua vida! 
E é um sonho louco este nosso mundo...

Mario Quintana



domingo, 18 de março de 2018

A VIDA É BELA

"A vida é bela, o amor é lindo e eu te amo porque masco chiclete!"

Parece tão piegas dizer isto, mas eu realmente acredito que a vida é bela. E existe a beleza que é subjetiva e a beleza concreta. Por exemplo, posso considerar um garoto feio ou bonito de acordo com meu estado de humor ou gosto particular. Mas não posso negar a beleza da lua cheia num céu estrelado!

Quando falo em vida, me refiro à vida em abundância - a vida como criação divina - que se manisfesta nas plantas, nos bichos, nas águas, nos alimentos, em todo o planeta e universos. Me refiro, em particular, à vida humana: nascemos, crescemos, nos tornamos plenos em nossas capacidades físicas, mentais e emocionais... vivemos e direcionamos nossa existência para a busca da felicidade! 

Toda vez que nos sentimos felizes, esta felicidade - no homem de bem - é produzida pelo movimento do amor. O amor é ação no bem! Ao agir para o bem, para o nosso bem e para o do outro, construímos um mundo melhor ao nosso redor... A sociedade melhora, nossa casa é beneficiada com esta alegria e vibrações de paz!

" A beleza da sua vida depende de você." - Nosso olhar deve ser educado - assim como os demais sentidos - para ver o bem, para promover a paz, para buscar o melhor no outro, para aprender através da reflexão do que se observa... Toda vez que escolhemos olhar com bondade e tolerância, educamos nosso "eu interior" para apreciar também o melhor em nós... Ao sermos bons e amorosos para com nosso próximo nos tornamos mais flexíveis e afetuosos para conosco.

Para sermos felizes, primeiro precisamos acreditar que merecemos ser felizes! E o exercício do amor, nem sempre precisa de uma explicação, de uma justificativa. - "Eu te amo! Nós nos amamos!" E pronto... Quem ama acredita no amor!!!

Texto baseado na reflexão 32, página 46, livro Sementes de Felicidade, 9ª edição 1997, autor Lourival Lopes.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

A SINTONIA DO CORAÇÃO

Qual a frequência do seu coração? Que qualidade de energia vibram suas ondas?

Muitas coisas aprendi ao longo do percurso que já percorri, algumas vezes ainda me pego olhando para trás - mas não com intenção de voltar - apenas com um pouco nostalgia da minha inocência e da capacidade de criar motivos próprios e independentes de alegrias e aventuras.

As leituras que me faziam viajar horas a fio, as musicas que me possibilitaram o primeiro contato com muitas coisas que eu sentia ms não sabia dizer, rodas de violão com amigos queridos, noites em claro conversando... Poemas belos e enormes em folhas de papel almaço!

O despertar do corpo, o frenesi mental, as conquistas, as desilusões, os dias frios que não me inspiravam a ficar em casa... Tantos aprendizados! O perder - o ganhar!

As responsabilidades de trabalho, de estudo, de amizade, de crença, de viver...

Os gostos que já não tenho, as vontades que já passaram, as pessoas que já se foram, a saudade que nunca morre, a vida que se renova, cicatrizes que engrandecem, cartas guardadas com sentimentos que já não são importantes...

Tudo, enfim, que contribuiu e contribuem para eu estar aqui - estar quem estou - e fatos marcantes que sempre estarão comigo pois harmonizam com "eu essência".

Sim, foram muitos erros - uns sabendo e outros sem saber... E estou muito tranquila que fortaleci e amadureci meu lado bom através de muitos deles.

Claro que prefiro me "gabar" dos acertos mas não é de bom tom nem educado, além do mais a vaidade é um dos pontos que preciso exterminar.

Me pergunto então: qual a frequência do meu coração? - sintonizo a vida e estou muito bem, vivendo!
Que qualidade de energia vibram suas ondas? - Na maior parte do tempo vibram coisas positivas e tenho procurado com afinco eliminar os ruídos que ainda insistem em atrapalhar minha comunicação com os meus e com Deus. 

E você, qual a sintonia do seu coração???

Foto by: Anna Araújo

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

VOCÊ É TÃO BACANA! BEM QUE PODIA EMAGRECER!

Muito tempo atrás um amigo querido me falou: " Anna, você é tão bacana! Se você emagrecesse ficaria ótima!".
Eu pensei comigo: "me sinto ótima, mesmo sendo gordinha!".
Hoje, passados alguns anos, me sinto mais consciente de meu corpo e primo pelo que resta da minha saúde... Então estou me alimentando melhor e emagrecer será uma consequência.
Nunca fui movida a emagrecer pela opinião dos outros, nem pelas liquidações de roupas tamanhos menores, nem pela festa e o vestido perfeito... O que me move é o amor que tenho por mim, amor que fez clarear a mente e tornar consciente a necessidade de ser melhor em todos os setores da minha vida! 
O fato é que meu corpo é o instrumento que preciso afinar, reequilibrar, harmonizar para que - assim - minha mente possa atingir todo seu potencial! Sei que minha mente é meu condutor e receptor de sintonia com o universo e com Deus. Nesta fase atual, com mais maturidade, escolho sintonizar com um universo mais harmonioso, com pessoas mais positivas, com alimentação mais saudável e com comportamentos condizentes com o que falo.

E você no que está sintonizando?

FONTE: Universo 3D

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

FLOR E SER HUMANO

Existem algumas belezas que para notar precisamos chegar bem perto! 
Acontece que temos, cada um de nós, nossos próprios padrões de beleza. 
Algumas pessoas e coisas nos atraem visualmente ao primeiro olhar. Mas há algumas surpresas que Deus nos apresenta somente ao segundo, terceiro, sétimo olhar... Isto porque é preciso que nos aproximemos para notar, é necessário nossa vontade, é imprescindível nossa atitude.

Na calçada de casa tem umas plantas que eu sempre havia considerado sem graça até que um dia notei que elas davam flores nas pontas das folhagens. Fiquei surpresa mas não cheguei perto para ver! Tive um vislumbre de luz mas continuava cega e insensível! - O tempo passou, as flores caíram e a planta voltou a ficar sem graça.

Para nos propiciar o ápice da beleza foi preciso que ela passasse por todas as estações... Sua essência continuou sendo a mesma em todas as fases: quando seca, quando murcha, quando viçosa, quando verde e quando em flor. 

Nós somos assim, temos potencial de beleza mesmo sem os atributos padrões que a sociedade exige!
Em muitos de nós a beleza é externa e fácil de notar, daí temos que redobrar a atenção para diferenciar os que se aproximam para se beneficiar dela (da nossa beleza) dos que se aproximam para estar e ficar conosco independente da aparência física.

Outros de nós continuamos belos mas somente para quem nos olha de perto e sabe compreender nossas fases menos glamourosas. A nossa beleza é externada quando nos sentimos plenos e prontos para nos mostrar verdadeiramente a estes raros seres que nos conquistaram a confiança e nos incentivaram a ser; a SER sem neuras ou preocupações.


Outros de nós são sempre lindos por dentro e por fora e, mesmo nestes seres iluminados, se pudermos olhá-los com os olhos da alma iremos perceber cicatrizes. O belo também sofre com as intempéries do tempo e das emoções... Por isto a necessidade de estarmos sempre nos fortalecendo, nos renovando e renascendo! 

Graças a Deus por todas as nossas fases e pelo Florescer!!!

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

ABRIGO

Quero ser teu abrigo
Quando as intempéries do tempo ameaçarem tua saúde;

Quero ser teu abrigo
Quando a mão do inimigo levantar na tua direção;

Quero ser teu abrigo
Quando nas noites escuras dos teus sentimentos te perceberes perdido;

Quero ser teu abrigo
Quando nas buscas incessantes te sentires cansado;

Quero ser te abrigo
Quando quiseres falar e não tiver quem te ouça;

Quero ser teu abrigo
Quando em dias de alegria esqueceres de proteger te das ilusões;

Quero ser teu abrigo
Quando a luta diária te ameaçar a serenidade;

Quero ser teu abrigo
Mesmo nos momentos em que não tiveres necessidade;

E que continuar sendo Teu até o dia em que de tanto te saberes amparado possa Eu habitar em ti.