sexta-feira, 11 de março de 2011

O que as mulheres querem dum homem patife?

Eu tenho uma amiga patife! Ela é a pior rameira que já conheci! Contudo, a desavergonhada é tão carinhosa, tão charmosa, tão louca, tão prevísivel na safadeza e tão imprevisível nas atitudes que atrai os homens e os põe a perder (ou se achar, depende do ponto de vista). O melhor de tudo: a menina é sincera; extremamente sincera, não engana ninguém. Fala o que quer e o que gosta, sem medo e sem vergonha.
Fiquei pensando muito a este respeito: por que é que os homens ficam aos pés desta descarada?
Não tardei a entender, o xis da questão é que os iguais se atraem. Não adianta que os ditados populares digam ao contrário, são os bicudos os únicos capazes de se bicarem.
Mas, afinal, o que as mulheres querem dum homem patife? Respondo por mim para não expor a galera: quero um patife sincero.
Atualmente estou um pouco decepcionada por causa das descobertas que fiz: o príncipe encantado sumiu (há quem diga que ele virou veado e fugiu com o gato de botas); a Chapéuzinho  Vermelho ficou traumatizada com o lobo mal, virou messalina e toca um puteiro em Trásdosmontes; os sete anões não eram anões, eram homens safados que andavam ajoelhados para ver a calcinha da Branca de Neve; a Bela Adormecida passou três dias numa festa rave e por isso não conseguia acordar; os três porquinhos reunidos na casa de alvenaria aproveitaram o ensejo e fizeram uma baita suruba; isso tudo sem contar o que aconteceu com a fada Sininho no mundo de Peter Pan... Gente, a coisa tá feia! Homem que cospe no chão e briga na rua, a noite morde a fronha e usa calcinha e top com lantejoulas coloridas.
Diante disso, quando chega um patife de primeira grandeza diante de mim e diz que me deseja, que eu sou linda, gostosa; que quer me proporcionar diversão, prazer, boa companhia, carinho e lealdade (que não é fidelidade) - poxa vida, honestamente, que maravilha! Viva à sociedade, antes uma pequena porcentagem duma empresa próspera que 100% duma empresa falida.
São bem vindos os adoráveis patifes, aqueles que fazem jus aos títulos de brejeiros, desavergonhados, descarados, malandros e marotos!  Agora, muita calma, vale um alerta: isso dá certo quando a mulher é tão patife quanto o homem. É o lance dos "dois bicudos" e "dos iguais", precisa haver sintonia de desejos e objetivos. Se não for o caso, meu amor, é melhor ir ao cinema assistir uma comédia romântica, comer pipoca doce e, se tiver coragem, ao tomar banho use a duchinha pra massagear lá, aquele cantinho que eles para nossa perdição sempre acertam (exceto os falsos patifes).

Antonio Banderas





2 comentários:

  1. Putzz...me identifiquei, ou melhor descobrir q ñ sou PATIFE!!!!

    ResponderExcluir
  2. Pior que você tem razão... Andarão juntos, dois que não pensam da mesma forma?

    ResponderExcluir