sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Pollyanna

Quando não importar mais, ainda assim...
Quando não mais desejo ou repulsa, ainda assim...
Quando nenhuma lembrança in/voluntária, ainda assim...

Ainda assim, metafisicamente, sempre!
Pior que torcicolo: guilhotina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário