terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

UM AMOR PURO

“O amor é uma força que transforma o destino.”

Chico Xavier

Neste imenso planeta acabamos por conhecer inúmeras pessoas: umas são referências de generosidade, outras de doçura, outras de sensatez, outras de companheirismo, outras de bom humor, outras de lealdade, outras de boa fé, outras de discrição, outras de elegância, outras de afeto, outras de resignação, outras de disciplina, outras  de inteligência, outras de amizade, outras de cidadania, outras de ética, outras de profissionalismo...
Há, no entanto, uma pessoa tão importante que se torna escala comparativa para designar e categorizar todas as outras.
Esta pessoa, irei chamar de Lume, é nossa inspiração ao tomarmos decisões importantes, é nosso guia de boa conduta, é nosso ser humano mestre, mestre como se todos para serem considerados importantes e se destacarem precisassem ter uma parcela de suas características.  São associações mentais e espirituais que fazemos, sem pensar em fazê-las, com naturalidade. Desde então, costumamos dizer: o mundo seria muito melhor se houvesse mais pessoas como você.
Lume aparece em nossa vida de maneira branda como a luz duma vela e tem um brilho tão intenso que jamais sai de nossa retina, quando a olhamos, abraçamos ou vemos seu sorriso, tudo se ilumina e resplandece também em nosso olhar.
As cores são mais nítidas, o medo desaparece, não há vacilo, não há dor que mais valha. O tom da voz preenche nosso coração como se a ouvíssemos através da "caixa dos peitos", uma voz leve e vibrante que arrebata a mente. Não há no mundo voz que possa nos acalmar tanto quanto a de Lume.
Se uma estrela brilha no céu, se a lua nasce e aparece em  todas as suas fases, se chove e floresce novos jardins, se há roseiras nos quintais, se um cachorro abana alegremente o rabo, se há novos sabores a descobrir, se há família, se há união, se há prazer, se há afeto singelo... Se há, lógico que há, é porque Lume existe.

Lume, minha referência de amor!



Nenhum comentário:

Postar um comentário