quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Perdão!

Peço perdão por não ter ensinado você a datilografar (isto é, digitar em máquina off line)!
Peço perdão por ter administrado de maneira errada dinheiro alheio!
Peço perdão por ter dito "eu te amo", sem amar nem um tiquinho!
Peço perdão por não ter dito "te amo", amando mil por cento!
Peço perdão por não ter conseguido ler meu poema predileto em voz alta e sem gaguejar!
Peço perdão por ter ido embora, sem vontade de voltar!
Peço perdão por não ter ido embora, quando já não estava presente!
Peço perdão por ter deixado o portão aberto, foi quando seu cachorro fugiu!
Peço perdão por não sentir falta de nada, além do seu sorriso!
Peço perdão por acreditar que "eu não vivo sem você" é somente uma frase poética, que significa apenas "com você tudo parece melhor"!
Peço perdão por continuar vivendo e sorrindo, ainda que com alguns "vazios" em mim! E em você!
 
Imagem:http://jardimnavarro.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário